Mentira!

Neste blog e noutros sites do autor poderá prever o futuro do país tal como o presente foi previsto e publicado desde fins da década de 1980. Não é adivinhação, é o que nos outros países há muito se conhece e cá se negam em aceitar. Foi a incredulidade nacional suicidária que deu aos portugueses de hoje o renome de estúpidos e atrasados mentais que defendem os seus algozes sacrificando-se-lhes com as suas famílias. Aconteceu na Grécia, acontece cá e poderá acontecer em qualquer outro país.
Freedom of expression is a fundamental human right. It is one of the most precious of all rights. We should fight to protect it.

Amnesty International


9 de junho de 2010

Grão a grão enche a Banca o papo

Fiquei chocado com o que se tem passado ultimamente com a situação da Banca no nosso país. Como é que as 300.000 pessoas que estiveram na manifestação organizada pela Congregação Geral dos Trabalhadores Portugueses têm a coragem de implicar com os modestos lucros da banca? Se cada uma dessas pessoas ganhar, no mínimo, 500 euros por mês, ou seja, se não for trabalhador base da Sonae, nem da Galp ou da Monta Engil, o todo dos seus ordenados somados dão, sensivelmente, 150.000.000 euros. Ora, onde é que estas 300.00 pessoas vão buscar legitimidade para reivindicar um montante de 150 milhões de euros contra 5 milhões e meio dos diários ganhos pela Banca portuguesa? Quer dizer...


Há muitas indignações porque a Banca portuguesa devia ser mais taxada, além dos implacáveis 20% que constam no Programa de Estabilidade e Crescimento, mas por favor, meus senhores, estamos a falar da Banca portuguesa: São meia dúzia de gatos pingados só com off-shores onde caírem mortos. Tenhamos dó, não são propriamente os abastados 300.000 trabalhadores que saíram de casa a reivindicar ainda mais regalias além daquelas que o código de trabalho já ostenta.
Outra das coisas que mais me indigna é a contestação e polémica à volta do modesto prémio que António Mexia e outros célebres gestores arrecadaram, nomeadamente o respeitável Dr. Armando Vara. Julgo que foram 3 milhões de euros, pouco mais ou pouco menos, para cada um. Eu pergunto-me, alguma das pessoas que contestou esse facto tirou um curso na Universidade Independente? Alguém é o gestor mais competente da PSI-20 à frente de Steve Balmer ou Steve Jobs? Não creio. Caso contrário, desculpem-me a inoportunidade.
Por último e para acabar este "manifesto", tenho que deixar aqui genuinamente expressa a minha solidariedade para com todos os banqueiros falidos desde o BPP ao BPN e internacionalmente, ao Lehman Brothers, aos quais aproveito para deixar um forte apoio e uma certeza de que as classes trabalhadoras darão o seu melhor para que tudo isto não vos doa, tal como tem acontecido até aos traços mnésicos mais profundos da História. Preciso é ter fé.
É de fazer notar, realmente, o porquê de países estarem a entrar e a comprar bilhete para a bancarrota. A especulação bolsista feita pelos trabalhadores fabris e campestres em todo o Mundo, provocada pela incessante corrida ao jogo da Bolsa, mergulhou-nos numa crise que agora, legitimamente, têm que ser os mesmos a pagar. Agora, subsídios de desemprego quase extintos; salários reduzidos ou congelados; corte na segurança social; redução das deduções; maior taxação de créditos de habitação e outros? De que se queixam?
Foram vocês que injectaram o vosso dinheiro no coração da especulação, agora aguentem a ressaca.
Banqueiros e gestores ganham de mais? Cada macaco no seu galho.

A democracia é apenas a substituição de alguns corruptos por muitos incompetentes.

- George Bernard Shaw